Made in China

SÃO PAULO (terceira etapa, mesmo protagonista) – Nesta madrugada aconteceram os dois primeiros treinos para o Grande Prêmio da China, terceira prova do calendário 2011 da Fórmula 1. E mais uma vez deu Vettel. O atual campeão dominou as duas sessões de treinos livres; na primeira ficou 0s615 à frente do segundo colocado, seu companheiro de equipe Mark Webber e, na segunda sessão, marcou 1min37s688 e ficou 0s166 à frente do segundo colocado, Lewis Hamilton, da McLaren.

Difícil de ser batido. O bom é que a McLaren conseguiu andar um pouco mais perto de Vettel. mas Hamilton ainda não ficou satisfeito com o acerto do carro, ficou desconfortável, segundo disse. O problema parece ser pacote de atualizações, mas um ajuste mais fino pode encher o time de Woking de esperança para a corrida em Xangai.

Button,  vencedor da corrida chinesa no ano passado, também chiou a respeito do equilíbrio do MP4-26, mas disse que o carro apresenta um rendimento melhor que os o das outras equipes quando utiliza os pneus duros. Jenson, que sabe como poucos poupar pneus, pode surpreender nessa classificação.

Já Nick “The Quick” Heidfeld (gosto desses apelidos. O último legal era do holandês Jos “The Boss” Verstappen, também conhecido como “The Flying Dutchman”) andou muito bem, mesmo rodando por duas vezes e acabando nos pneus. O alemão da Renault, que anda no lugar de Kubica enquanto o polonês se recupera do acidente de rali, admitiu a culpa pelos dois acidentes. Mesmo assim ficou otimista para a classificação, já que conseguiu um bom resultado –  5º tempo na primeira sessão – mesmo ficando fora de boa parte do treino.

Webber sumiu na segunda sessão. Depois de sair com o 2º posto na primeira, ele fechou o dia num discreto 10º lugar. Mas este guia um Red Bull, então ainda tem lenha para queimar.

No lado brazuca, Barrichello não ficou satisfeito com a estreia do novo sistema de escapamento em seu Williams e terminou a sexta-feira no 16º lugar. O carro aparentemente não melhorou e o time vai estudar até o terceiro treino livre se vai usar a novidade na corrida ou se volta à configuração de Sepang.

Já Felipe Massa andou bem e terminou no 6º lugar, bem à frente de Alonso (14º), que quase não foi para a pista por causa de problemas hidráulicos. Mas dificilmente a Ferrari vai conseguir alguma coisa melhor que isso neste final de semana. A luz amarela acendeu na scuderia italiana.

Uma boa surpresa foi a Mercedes, que marcou bons tempos com Rosberg e Schumacher. Vai brigar direto com Renault e McLaren pelas primeiras posições logo atrás dos touros vermelhos.

O destaque positivo vai para a estreia do baiano Luiz Razia em treinos livres na Fórmula 1, mesmo com a quebra da suspensão de sua Lotus. Mas ele andou bem até o problema e merece mais chances da equipe ao longo da temporada. Razia é muito técnico e sabe como poucos passar informações aos engenheiros e como tirar mais do carro em voltas rápidas.

Até a Hispania melhorou um pouco (não quebrou nada, pelo menos) e parece estar livre do fantasma dos 107% de tempo. Mas vai brigar com a Virgin, que andou mal hoje, para ver quem é o menos pior do grid. A Lotus já progrediu e saiu desse grupo, mas está longe das Sauber, das Toro Rosso e das Force India. Ponha-se Williams aí nesse bolo e temos os confrontos para o fim de semana, em três grupos distintos.

A próxima sessão de treinos livres em Xangai é na madrugada de sexta para sábado, à 0h (de Brasília), e a classificação acontece às 3h. Os resultados estão abaixo; créditos ao site Tazio. Entre parênteses, o número de voltas de cada piloto.

Classificação – treino livre 1

1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 1min38s739 (23)
2º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 0s615 (27)
3º. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), a 2s106 (21)
4º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), a 2s201 (22)
5º. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault), a 2s248 (5)
6º. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 2s307 (25)
7º. Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari), a 2s450 (20)
8º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth), a 2s483 (20)
9º. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault), a 2s492 (16)
10º. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 2s589 (21)
11º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 2s622 (23)
12º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 2s695 (15)
13º. Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes), a 2s755 (20)
14º. Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus-Renault), a 2s840 (13)
15º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), a 2s871 (18)
16º. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari), a 3s013 (20)
17º. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), a 3s200 (25)
18º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 3s562 (23)
19º. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), a 5s053 (20)
20º. Jérôme D’Ambrosio (BEL/Marussia Virgin-Cosworth), a 5s350 (20)
21º. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth), a 5s620 (18)
22º. Timo Glock (ALE/Marussia Virgin-Cosworth), a 5s699 (11)
23º. Luiz Razia (BRA/Team Lotus-Renault), a 5s803 (9)
24º. Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth), a 6s280 (23)

Classificação – treino livre 2

1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 1min37s688 (34)
2º. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), a 0s166 (22)
3º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), a 0s247 (31)
4º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 0s255 (34)
5º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 0s417 (29)
6º. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 0s819 (36)
7º. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 1s047 (35)
8º. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault), a 1s117 (26)
9º. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault), a 1s171 (31)
10º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 1s639 (33)
11º. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), a 1s850 (33)
12º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth), a 1s979 (37)
13º. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 2s083 (18)
14º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 2s091 (17)
15º. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), a 2s140 (25)
16º. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), a 2s237 (32)
17º. Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari), a 2s265 (30)
18º. Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus-Renault), a 2s788 (30)
19º. Jarno Trulli (ITA/Team Lotus-Renault), a 3s794 (32)
20º. Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth), a 5s214 (25)
21º. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth), a 6s162 (3)
22º. Jérôme D’Ambrosio (BEL/Marussia Virgin-Cosworth), a 6s320 (35)
23º. Timo Glock (ALE/Marussia Virgin-Cosworth), a 7s059 (12)
24º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), sem tempo (0)

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em automobilismo, Formula 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s