Banho turco

SÃO PAULO (tá dominado) – Depois de quase três semanas de folga, a Fórmula 1 voltou à ativa, desta vez na Turquia.  E nos treinos classificatórios, deu Vettel de novo, que cravou a quarta pole em quatro provas, a 19ª da carreira. Mais uma e entra na lista dos Dez Mais da F1 nesse quesito. Já está ficando chato para os rivais. E isso porque, segundo a equipe, o carro ainda não atingiu seu potencial máximo, ou seja, vão continuar dominando quando quiserem.

Sebastian bateu no treino 1 de sexta, forçou um pouco mais na chuva, colocou uma roda fora da zebra e estampou o muro com vontade. Seu Red Bull não ficou pronto para o treino 2 e o alemão perdeu duas horas de pista. Não fez diferença alguma. Quando era pra valer, ele saiu, cravou a pole e está bom. Simples assim. Webber sai logo atrás, mas com quase meio segundo de distância, o final de semana tende a ser de Vettel. Só não foi completo na China por conta dos pneus, que Hamilton administrou melhor e levou a vitória. Mas ainda precisa combinar com Webber para que ninguém vá como um boi louco disputar posição, como aconteceu ano passado onde os dois pilotos se bateram e depois disseram um “shit happens” de sorriso amarelo.

Por falar em McLaren, a única equipe que pode assustar a Red Bull larga em 4º e 6º com Lewis e Jenson, respectivamente. Button liderou o último treino na ausência de Vettel e é uma aposta para um pódio na prova.

Legal ver que a Mercedes passou a Ferrari como a terceira força. O time de Maranello ainda não saiu da má fase. Irregular, a equipe não inspira confiança em Massa (igualmente irregular) e em Alonso (que reclama demais). O bom é que Felipe terminou duas provas à frente de Fernando. Mas no Q3 ele nem marcou tempo e vai largar em 10º; preferiu abortar a volta para poupar pneus pensando na prova, numa demonstração de falta de confiança no equipamento. Massa, conhecido como o “rei de Istambul” por suas

Enquanto isso a Mercedes pôs Rosberg no 3ºposto do grid. Schumacher, que chegou a andar entre os primeiros nos treinos e muito perto de Vettel, foi só o 8º, mas pode comemorar o fato de ter passado pela primeira vez ao Q3 nesse ano. Mas a Mercedes tem mais lenha para queimar nessa corrida, só precisa ser consistente. Não será nenhuma surpresa se Nico beliscar o pódio.

As Renault fizeram um alarde nas primeiras provas, mas agora já voltaram ao normal. O fato é que as outras equipes (de cima) estão evoluindo num ritmo mais rápido. Na Turquia vão brigar por pontos e só. Petrov mostrou seu lado inconstante que o acompanhou ano passado e Heidfeld faz o que pode para deixar a equipe sentir menos saudade de Kubica.

Koba-mito, com um problema na bomba de gasolina de sua Sauber, nem marcou tempo. Não conseguiu entrar na pista e fecha o grid lá atrás. Vai ter de tirar uns coelhos da cartola e usar seu arrojo para ultrapassar meio mundo se quiser pontuar. Será no mínimo divertido para Kobayashi. E Sérgio Pérez foi só o 15º, discretíssimo. Terão algumas chances de almejar melhores posições pela equipe ser a que melhor sabe economizar pneus, e aí pode morar o trunfo de Peter Sauber.

As Force India poderiam ter ido melhor e ter passado ao Q3, mas ficaram na segunda degola. A equipe da terra de Ghandi é constante e quebra pouco em corridas, também pode aparecer nos pontos se fizer um bom trabalho.

Quem vai ter trabalho é a Williams. Barrichello está tirando leite de pedra com o carro que tem, fraco. Conseguiu um excelente 11º lugar. Se escapar do bolo na largada e o carro aguentar, Rubens tem chances de surpreender e brigar por mais pontos para a equipe do que os minguados que vem fazendo. Maldonado só trouxe o dinheiro, o talento aparece só de vez em quando, e parece que em Istambul, vai ficar só na vontade. Ainda bem que Frank Williams tem Barrichello para salvar a lavoura.

Reginaldo Leme, repórter e comentarista da Globo, disse durante o treino que a Williams acertou com a Renault para o ano que vem para fornecer o motor, uma novidade. No final do ano passado saiu um rumor que era para isso acontecer já em 2011. Boa notícia para a Williams, que patina com o motor Cosworth, meio fraco. A se confirmar a notícia, a Renault será fornecedora de quatro times em 2012: Lotus, Williams, Red Bull e ela mesma.

E lá atrás, nada fora do convencional. As Lotus andando bem na frente das Virgin e das Hispania, mas longe da Toro Rosso, que brigam com Sauber, Force India e Williams. Liuzzi também transpira sangue, mas consegue fazer a Hispania andar mais que a Virgin, um feito e tanto. E a equipe de Richard Branson começou com uma atitude rock’n’roll, sendo a mais simpática e tals, mas está caindo na vala comum dos times ruins. Além disso, está enterrando a carreira de Glock, um excelente piloto que merecia mais do que esse carro que lhe oferecem.

Pelo andar da carruagem, dá Vettel de novo em primeiro. Em segundo, ou Webber ou Hamilton. Em terceiro, uma McLaren ou uma Mercedes. Vamos ver… mas a prova promete!

Confira o grid do GP da Turquia:

1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 1min25s049 (12 voltas)
2º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), 1min25s454 (10)
3º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min25s574 (15 )
4º. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), 1min25s595 (13)
5º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min25s851 (16)
6º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), 1min25s982 (14)
7º. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault), 1min26s296 (15)
8º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), 1min26s646 (13)
9º. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault), 1min26s659 (13)
10º. Felipe Massa (BRA/Ferrari), sem tempo (16)*

11º. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), 1min26s764 (10)
12º. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), 1min27s027 (14)
13º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), 1min27s145 (11)
14º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth), 1min27s236 (14)
15º. Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari), 1min27s244 (11)
16º. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), 1min27s255 (9)
17º. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), 1min27s572 (7)

18º. Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus-Renault), 1min28s780 (8)
19º. Jarno Trulli (ITA/Team Lotus-Renault), 1min29s673 (8)
20º. Jérôme D’Ambrosio (BEL/Marussia Virgin-Cosworth), 1min30s445 (8)
21º. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth), 1min30s692 (7)
22º. Timo Glock (ALE/Marussia Virgin-Cosworth), 1min30s813 (8)
23º. Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth), 1min31s564 (8)
24º. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), sem tempo (2)

*No Q2, o tempo de Massa foi de 1min26s395

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em automobilismo, Formula 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s