Nas ruas de Mônaco

Race winner Sebastian Vettel (GER) Red Bull Racing on the podium. Formula One World Championship, Rd 6, Monaco Grand Prix, Race, Monte-Carlo, Monaco, Sunday, 29 May 2011

SÃO PAULO (um domingo para entrar na história) – Todo mundo tenta, mas no final dá Vettel. Tá ficando chato até só falar do alemão (mais um), que está dominando o ano até agora. Com essa, ganhou 5 de 6  corridas, igualou-se a Hamilton (que venceu a prova que não teve Sebastian no primeiro lugar) com 15 vitórias na carreira e entre os pilotos em atividade, está atrás apenas de Schumacher (91 vitórias) e Alonso (26). Um monstro!

Mas vamos do começo. No sábado, Sebastian fez a pole-position, sua quinta em seis corridas, 20ª na carreira, agora empatado com Alonso e Damon Hill (entre os pilotos em atividade, agora está atrás apenas de Schumacher, com 68, recordista absoluto). Hamilton podia até ter conseguido, mas pegou tráfego quando fazia sua volta rápida e depois da feia batida de Pérez na barreira depois da saída do túnel, não havia tempo para mais nada. A Red Bull fica mais alcançável em circuitos onde a aerodinâmica não influi tanto, como em Mônaco. Para andar devagar em ruas estreitas, qualquer carro serve.

O mexicano já está bem, ainda se recupera da pancada. No Q3, quando estava fazendo sua volta rápida, Sergio pegou sujeira no túnel e freou bem no “degrau” que tem na saída. Aí o carro escapou, deu no guard-rail e foi de lado na barreira de plástico. Pérez ficou atordoado, mas saiu consciente. A TV mostrou o mexicano tirando as mãos do volante antes do impacto final, assustador. O resto do grid ficou com Button, Webber, Alonso, Schumacher, Massa é o sexto, Hamilton, Rosberg e Maldonado. Pérez ficou fora.

Schumi fez uma de suas piores largadas e caiu para 10º. Alonso, mestre em reação ao apagar das luzes vermelhas, saiu bem e na Saint Dévote já era o 3º. Mas o velho campeão fez uma das manobras mais belas que já vi nas ruas monegascas: enfiou o carro por dentro na Loews, a curva mais lenta da F1, bem em cima de Hamilton, que só ficou perplexo vendo Schumi passar com maestria. Só lembro vagamente de uma manobra parecida nessa curva, acho que foi o Mansell em 91 ou 92, com aquela Williams com patrocínio da Camel, mas ele já vinha de lado com o ultrapassado desde o Cassino lá em cima. Desse jeito do Schumi, foi a primeira.

Mas depois o alemão, com pneus desgastados, não resistiu à investida do inglês. Barrichello, que vinha atrás, também aproveitou e passou Schumacher com autoridade na Mirabeau, num duelo dos tiozinhos, mas bonito de se ver. Logo depois, mais um belo duelo, Rosberg x Massa. Na 15ª volta, o brasileiro fez a ultrapassagem na Piscina (ou Tabac). Maldonado, de carona, também superou o outro alemão da Mercedes.

The podium (L to R): Fernando Alonso (ESP) Ferrari, Sebastian Vettel (GER) Red Bull Racing and Jenson Button (GBR) McLaren. Formula One World Championship, Rd 6, Monaco Grand Prix, Race, Monte-Carlo, Monaco, Sunday, 29 May 2011

Para quem acha que Mônaco só tem corrida chata por ter pouca ultrapassagem, essa prova é digna de entrar para a história, uma das melhores dos últimos anos, se não a melhor. Gente com talento acha um meio de passar. Mas não como Hamilton fez com Massa e com Maldonado. Esse é um caso para um post à parte. Lewis só não bateu no Príncipe Albert. Parecia que estava correndo na Fiak, a categoria de kart dos jornalistas. Sobrou pra todo mundo.

Mas a corrida na Côte D’Azur teve seus destaques. Alonso fez uma corrida fenomenal. Button também. Webber fez seu brilhareco no fim. Kobayashi, o mito, foi monumental, carregando sua Sauber nas costas. Sutil, que largou lá atrás, terminou em sétimo. Barrichello vinha fazendo uma prova discreta, mas fez os primeiros pontos da Williams no ano para tirar a zica. Maldonado também pontuaria não fosse o estabanado Lewis. Os pontos ficaram para Heidfeld, que vem correspondendo na Renault, e para Buemi, que não aparece e faz o estilo come-quieto, sempre beliscando alguma coisa e fazendo provas honestas.

De ruim, Schumacher que abandonou. Seguindo o exemplo, Rosberg também ficou fora dos pontos. Fiasco da Mercedes. Massa, depois de se atracar com Hamilton, pegou sujeira no túnel com os restos de borracha dos pneus de todo mundo (em inglês, chamados de marbles = bolinhas de gude, de tanto que fazem o carro escorregar) e foi rasgando o guard-rail até parar na chicane fora do túnel, sem duas rodas. O resto foi resto.

A grande polêmica da prova foi a troca dos pneus sob bandeira vermelha. Vettel estava sem pneus e Alonso tinha um resto de borracha ainda, com Button colado atrás, também quase na lona. Três carros no limite, com estratégias diferentes, separados por menos de um segundo. Seria “O” duelo da prova. Na 68ª volta, eles encontraram todos os retardatários do mundo à frente. E rolou confusão. Sutil perdeu o controle, cortou a chicane, Alguersuari acertou Hamilton e foi acertado por Petrov. Caos total. O mais incrível foi que os três líderes passaram ilesos.

Race winner Sebastian Vettel (GER) Red Bull Racing celebrates in the Red Bull pool with his team. Formula One World Championship, Rd 6, Monaco Grand Prix, Race, Monte-Carlo, Monaco, Sunday, 29 May 2011

Depois que Petrov e Alguersuari ficaram no muro do “S” da Piscina, o safety car entrou para tirar o russo de ambulância (por dores nas pernas) e a direção de prova suspendeu a corrida momentaneamente. Diz o artigo 41 do regulamento que as equipes podem mexer nos carros, então todo mundo saiu de pneu novo. Achei uma barbaridade, tirou a legitimidade da disputa, mas se está no regulamento, fazer o quê? Aí ficou fácil para Sebastian.

Vettel se consolida como piloto e põe dois dedinhos no título de bicampeão. E os outros não estão nem vendo a poeira que ele deixa para trás. A Red Bull, mesmo numa pista onde não tinha o melhor carro, levou de novo, com uma vitória que mostra o amadurecimento de Vettel. Está nascendo um novo fenômeno na F1. Ele é moleque ainda, fez a festa na balsa da Red Bull ancorada no píer monegasco, pulou de macacão na piscina, jogou champagne no olho do soldado da guarda real do principado (que não pode nem se mexer por protocolo e levou um banho), e beija indecentemente seu troféu. É esse o cara que quero ver campeão no fim do ano.

Resultado final do GP de Mônaco:

1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 78 voltas
2º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 1s1
3º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), a 2s3
4º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 23s1
5º. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), a 26s9
6º. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), a 27s2
7º. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 1 volta
8º. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault), a 1 volta
9º. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), a 1 volta
10º. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta
11º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 2 voltas
12º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), a 2 voltas
13º. Jarno Trulli (ITA/Team Lotus-Renault), a 2 voltas
14º. Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus-Renault), a 2 voltas
15º. Jérome D’Ambrosio (BEL/Virgin-Cosworth), a 3 voltas
16º. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth), a 3 voltas
17º. Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth), a 4 voltas
ab. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth),
ab. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault),
ab. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari),
ab. Felipe Massa (BRA/Ferrari),
ab. Michael Schumacher (ALE/Mercedes),
ab. Timo Glock (ALE/Virgin-Cosworth),
Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari), Não largou

Race winner Sebastian Vettel (GER) Red Bull Racing. Formula One World Championship, Rd 6, Monaco Grand Prix, Race, Monte-Carlo, Monaco, Sunday, 29 May 2011

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em automobilismo, Formula 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s